Tags

, , , , ,

Acordo cedo… Me levanto.

O dia será longo, me troco, tomo café escovo meus dentes – que de forma alguma são brancos como eu gostaria -, e vou para a  academia. Dentro de uma série de exercícios delimitada, transpiro, levanto peso, me esforço e reclamo.

Volto para acasa, tomo um banho, me arrumo e vou trabalhar. Durante as horas de trabalho, que transcorrem lentamente quando não temos nada para fazer e voam quando estamos atarefados, tomo um café, rio com os colegas e comentamos as noticias do dia…

A noite faculdade, amigos, risos fáceis, matérias difíceis, reclamações, xingamentos e mais uma vez risos fáceis…

Voltar para casa de ônibus – as vezes voltar de carona com alma bondosa, as vezes fazendo uma parada no bar -, tomar mais um banho, ler, e depois dormir…

Em nenhum momento a vida parou para eu pensar em você – ou para não pensar -, mas sempre carregamos no peito, entre altos e baixos da vida, a certeza de que nossos pensamentos e ações  acabam sendo suprimidas ou simplesmente não tomam o rumo que gostaríamos.

Mas a verdade é que em um espaço de 24 horas, vivemos mais do que em toda nossa vida, e o que fazemos no nosso cotidiano, pode não alterar os rumos da historia, pode se perder no tempo dos dias comuns… O importante é que você viveu.

Anúncios