Tags

, , , , ,

Sabe aquele filme lindo, que te faz acreditar no amor e em como as pessoas podem superar qualquer coisa por conta dele? Então ele é um filho da puta mentiroso.

O amor e o sofrimento são faces da mesma moeda…. Alguns dizem que é o ódio o irmão do amor, não concordo, pois ódio ou raiva dependem fatores e atitudes muito especificas. Enquanto que o sofrimento é feito pelas pequenas coisas, por uma frase dita incorretamente, algo que a pessoa deixou de fazer, ou pelo fato de a pessoa não te amar mais….

Ao terminar um amor, você abdica não apenas do ente amado, você acaba com sua rotina, os hábitos que foram desenvolvidos, com seus sonhos a dois, com toda uma vida que vocês partilharam e você um tolo esperava que fosse partilhar mais ainda.

É engraçado como em um romance você vê o casal – incrivelmente diferente, brigão e cabeça dura – no final terminar feliz, independente de qualquer coisa. Porém na vida real a cada briga que se passa você perde um pouco da pessoa que esta contigo. Ao ponto dela lhe olhar e não sentir mais nada…

Talvez a maior crueldade desta situação resida no fato de que quando o amor acaba, não acaba no mesmo instante para ambos…. São duas pessoas, que juntas virão uma, mas depois uma delas parte…

A sensação de falhar, de não ter feito alguem feliz, não ter me esforçado para melhorar a situação….Talvez isso seja uma cicatriz que demore a cicatrizar.

Pensar na pessoa se inclinando para te dar o beijo de boa noite, sentir o toque da mão dela na sua, a voz dela  te chamando, o calor do seu corpo, ou mesmo ouvir ela te chamando de “bobo”…. Em que momento eu comecei a perder isso, em que momento eu passei a lhe perder?

Talvez eu ainda espere acordar e ver que tudo isso não esta acontecendo… Que eu não lhe perdi.Sim sou romântico, sofro por isso e nunca aprendo.

Mas a vida não é um conto de fadas ou uma comedia romântica. Mesmo te pedindo para voltar, sei que você não fará isso.

E é isso que mais doí….

Anúncios