Tags

, ,

Li durante os últimos dias duas obras curiosas de Shakespeare, Hamlet e Macbeth.

Então fui estudar, pois sinceramente não considerei obras fáceis de serem lidas e muita coisa fica no ar, e como infelizmente eu nunca tive a possibilidade ir ver uma peça elisabetana de Shakespeare no teatro, tive que me valer do Youtube mesmo.

No comecei em fazer esse review como os dos outros separados por obras, mas acho que só faz sentido se eu explicar tudo de uma vez só.

Antes de abordar Shakespeare, é preciso entender um pouco de teatro elisabetano, com relação cenários, escritores (autores), atores e principalmente tématica.

Credita-se esse nome o apogeu do teatro se deu durante o reinado de Elisabete I , e pelo qual recebeu uma serie de incentivos.Seus palcos serviram como um diferencial, já que se pareciam muito com circos ao seu aberto, com seus palcos circulares no qual a platéia que estava em volta podia ver todos os ângulos da peça e da atuação dos atores.

essa forma de palco, tornou os teatros extremamente populares, e chegou uma época a contabilizar mais de 800 peças sendo apresentadas nesse período, sendo que a nós só chegou por volta da metade.

Seus escritores eram pagos por peça, portanto se tornaram muito produtivos e muito habilidosos já que as peças eram apresentadas não apenas para os plebeus, mas também para os nobres, príncipes e etc.

Bem retomando a Shakespeare e suas peças, bem ele foi um grande escritor.Sua dialética e o domínio que ele tinha do palco, o tornaram memorável.E quanto a enredo, bem, no teatro elisabetano – e de certa forma nas obras shakesperianas – se não houver tragédia, não há teatro.

E tragédia é justamente o ponto abordado nessas duas obras, mas apenas isso, e sim como fatores externos podem modificar a nossa vida, e de que maneira nossas escolhas interferem na vida dos outros.

O que seria de Hamlet se o fantasma de seu pai não tivesse vindo pedir – clamar – por vingança? Sua amada ainda estaria vida, sua mãe estaria viva, e seu companheiro de armas também, ele teria herdado o trono e tudo estaria bem.A decisão de buscar vingança foi dele, mas o fantasma é que desencadeou tudo.

O mesmo para Macbeth, se as três bruxas não tivessem enchido seus ouvidos de  visões de glórias e futuros brilhantes, ele e sua esposa jamais teriam traído o rei, e jogado seus nomes na lama.A decisão da mesma forma era dele piorem ele se baseava nas visões das bruxas para justificar seus atos e da sua esposa.

A grande sacada dessas obras esta exatamente nessa não verbalização do fato, extinguirem na obra culpa as bruxas ou o fantasma por ter desvirtuado o destino dos personagens.Tudo é aceito como uma caminho natural dos personagens mesmo ele atingindo aos que estão a sua volta.

Enfim, mais que isso eu vou estar contando a obra toda, e não desejo estragar a surpresa de vocês ao lerem essas obras, que eu recomendo encarecidamente.

Bem fica aqui minha dica a vocês, até a próxima.


Anúncios