Tags

, , , , ,

Uma delícia de pecado, irresistível aos olhos, agradável ao olfato, o supra sumo do paladar…

Ah os prazeres da boa mesa…A maior parte das nossas relações sociais são construídas a sua volta, acordos são firmados, comemorações com seus enormes banquetes, festas chiques, bailes, confraternizações, almoços familiares…

Tudo isso nos leva ao mais fácil dos pecados, comer e beber desmedidamente, nos fartar…E depois como é do ser humano, reclamar…

Apesar de buscarmos sempre a forma física ideal, estamos sempre nos excedendo com relação a alimentação. E mais do que isso, utilizamos como forma de avaliação de status social o que nos é servido nos mais diversos banquetes.

Não basta a fartura, tem que haver a fartura daquilo que é caro, e em muitos casos supérfluo.

Não sou contra os prazeres da mesa – muito pelo contrario, sou um partidário desse prazer -, e sei muito bem os danos que comer desmedidamente  pode aflingir a nossa saúde. Mas ai que vem a pergunta…Até onde vai a gula?

Apenas a comida? Apenas a bebida?Apenas aos prazeres da carne?

Acredito que toda vez que se consome mais do que lhe é necessário para sobreviver, seja em comida, recursos…

E só há uma conclusão, todos somos gulosos, todos os seres humanos pecam, em maior ou menos grau…

See you later – no próximo pecado…

Anúncios