Tags

, , ,

Na maior parte do tempo acho que apenas vivo, nada muito complexo ou digno de nota, pórem há instantes que parece que tudo some no horizonte e eu me sinto de certa forma contemplando um abismo.É algo que foge do controle simplismente acontece, sem aviso e inesperadamente ataca consumindo tudo o que eu sinto.

Não digo que é algo ruim, só que é bem estranho imaginar que há um outro “eu” dentro de mim desse maneira.Não sei dizer se isso acontece com todas as pessoas, mas sei que essa é a minha maneira de mudar de uma vez – mudar de postura, de visão, de objetivos -, é como se eu reinicia-se do zero toda a minha programação e começa-se denovo.

É algo tão profundo que mesmo com a minha tentativa de explicar aqui eu ainda me perco com as palavras.Sei que é comum mudar as vezes, e de certa forma é até saudavel fazer isso as vezes, mas a questão principal é que eu não sei o que vai mudar, não sei como reagirei, parece psicotico imaginar isso mas eu mudo realmente.É como algo que vai crescendo até que toma conta de mim e me transforma.É como uma semente que vai sendo criada dentro de mim sem que eu perceba e quando floresce eu não sei qual “planta” esperar.

Mas a questão principal não é essa, mas sim imaginar que cada um de nós carrega seus proprios “mares abissais” dentro de si, e que de certa forma nunca sabemos relamente o que podemos esperar das pessoas.elas estão em eterna mudança e na maior parte do tempo não estamos preparadas para as mudanças que aconteceram com elas, nós sere humanos temos a tendência de nos acostumarmos com as coisas dos jeito que estão e ignoramos completamente aquilo que não queremos ver ou saber, mas quando elas mudam as pessoas que não notaram- ou não quiseram notar – as renegam e continuam seu caminho sem preceber que eles tambem irão mudar.

Enfim acho que nem eu mesmo sei o que dizer sobre mudanças afinal minha opinião pode mudar daqui a um tempo.

Mata ne

Anúncios